Categoria: Cabelo

Cuidados para evitar a queda de cabelo

Pentear o cabelo com cuidado

Quer saber o que fazer com a perda de cabelo nas mulheres? Solte-se! Rabos de cavalo apertados, chapéus, lenços, trancinhas e bandanas podem puxar o cabelo e causar queda de cabelo por um processo chamado alopecia por tração. A tensão gradual e constante irrita o couro cabeludo e pode causar a queda do cabelo. Idem para rolos apertados. Uma das soluções potenciais para a queda de cabelo nas mulheres é usar o cabelo solto para eliminar a tensão. Seu cabelo deve crescer novamente se a alopecia por tração for a culpada pela perda de seus cabelos. Cuidado especialmente com o uso prolongado de penteados justos. Eles podem deixar cicatrizes no couro cabeludo e causar queda de cabelo permanente.

O tratamento do câncer é um gatilho

A radiação e a quimioterapia usadas para tratar o câncer são algumas das causas comuns de queda de cabelo em mulheres. Ambas as terapias prejudicam os folículos capilares, além de matar as células cancerosas. Pessoas submetidas a tratamento de câncer freqüentemente experimentam queda dramática de cabelo como resultado dessas terapias. Eles podem acordar com tufos de cabelo no travesseiro ou podem perder muito cabelo no banho. A queda rápida de cabelo em mulheres geralmente começa 2 semanas após o início do tratamento. Pode ser pior entre 1 a 2 meses de terapia. O couro cabeludo pode ficar extremamente sensível durante esse período. Pode ser irritante lavar, escovar e pentear o cabelo. A boa notícia é que, quando o tratamento do câncer termina, o cabelo tende a crescer novamente.

Estresse Físico e Emocional

O estresse físico ou emocional extremo pode desencadear uma queda repentina de cabelo nas mulheres. A perda de cabelo devido ao estresse físico ou emocional é chamada de eflúvio telógeno. As circunstâncias que podem precipitar esse padrão de queda de cabelo incluem doença ou lesão grave, cirurgia, transtorno emocional grave, perda de sangue e de peso. Às vezes, uma reação à medicação pode desencadear esse tipo de queda de cabelo. O eflúvio telógeno pode durar de 6 a 8 meses antes de se resolver.

Lasers funcionam?

A terapia a laser de baixa intensidade (LLLT) é um tratamento que pode ajudar a crescer e reverter a queda de cabelo nas mulheres. Os lasers estão disponíveis para uso doméstico e em consultórios médicos. A terapia a laser deve ser usada por 2 a 4 meses antes que os resultados sejam visíveis. A terapia a laser é uma alternativa à medicação e à cirurgia de transplante de cabelo. Os dispositivos são aprovados pelo FDA, mas o processo de aprovação de dispositivos não é tão rigoroso quanto é para medicamentos que passam por um processo de ensaio clínico rigoroso. Não há dados de segurança e eficácia em longo prazo para a terapia a laser de baixo nível. A terapia a laser pode ser eficaz para 50% dos homens com mais de 40 anos e 75% das mulheres com mais de 65 anos que sofrem de certos tipos de queda de cabelo.

Cirurgia de Transplante Capilar

O transplante de cabelo é um procedimento cirúrgico em que o médico remove o cabelo de uma parte do couro cabeludo e o transfere para as áreas do couro cabeludo onde está ficando mais fino. Em casos de queda de cabelo de padrão feminino, o cabelo pode ser ralo e, portanto, pode ser difícil encontrar áreas doadoras adequadas para a colheita do cabelo. O transplante de cabelo é mais eficaz para quem sofre de calvície de padrão masculino ou para quem sofre de afinamento do couro cabeludo frontal. Os pacientes podem precisar de várias sessões para alcançar os resultados desejados.

Cuidado com as grandes promessas

Existem vários dispositivos e produtos comercializados como tratamentos eficazes para a queda de cabelo, mas muitos deles não funcionam. Cuidado com toda a propaganda enganosa associada a esses produtos. Se a cura para a queda de cabelo nas mulheres parece boa demais para ser verdade, provavelmente é. As fotos de antes e depois podem ter sido adulteradas para serem enganosas. Como saber se um tratamento para queda de cabelo realmente funciona? Pergunte ao seu dermatologista sobre qualquer tratamento que você esteja considerando. Procure nos sites da FDA e da Federal Trade Commission (FTC) para pesquisar dispositivos médicos e medicamentos aprovados.

Arrume seu cabelo da maneira certa

Os cabeleireiros são um grande recurso para ajudar na queda de cabelo nas mulheres. Um novo corte de cabelo ou penteado pode ser exatamente o que você precisa para fazer seu cabelo parecer mais cheio. Peça conselhos ao seu cabeleireiro sobre como fazer um corte mais curto, repartir o cabelo em um local diferente ou adicionar cachos ou ondas para dar volume ao cabelo. Produtos para queda de cabelo em mulheres incluem o uso de produtos de modelagem projetados para cabelos finos. Alguns produtos são adicionados à raiz enquanto o cabelo está úmido, antes de secar.

Saiba mais em: Follichair

Alguns produtos cosméticos podem ajudar a disfarçar a aparência de manchas calvas. Os cosméticos capilares de fibra de queratina têm uma carga estática que faz o cabelo parecer mais cheio do que realmente é. Peça ao seu estilista ou dermatologista recomendações sobre os produtos e estratégias que funcionarão melhor para você.

Gerenciando grande perda de cabelo

Há muitas coisas que você pode fazer para disfarçar a queda súbita de cabelo nas mulheres. Você pode usar um chapéu, lenço ou bandana para cobrir a cabeça. Se você tiver áreas calvas, considere fazer uma trama ou esconder a área calva com uma peruca. As perucas podem ter uma aparência muito natural. Eles se encaixam tão bem que você pode até usá-los enquanto estiver se exercitando na academia ou nadando. Se a queda de cabelo causar grande sofrimento e estiver afetando sua autoestima ou capacidade de realizar as atividades diárias, procure a ajuda de um terapeuta.

Leia mais em: http://agenciacriativa.net.br/

Queda de cabelos

Queda de cabelos

A queda excessiva dos cabelos tem impacto significativo na aparência, e pode ser fonte de preocupação para homens e mulheres. A alopecia androgenética, também conhecida como calvície, é um problema que pode levar à perda total ou parcial dos cabelos. Embora seja mais comum entre o sexo masculino – estima-se que 80% dos homens com mais de 80 anos sofram do problema – a alopecia androgenética também pode afetar as mulheres. Nos homens, a perda de cabelo tende a se concentrar no topo do couro cabeludo. Nas mulheres, é mais difusa.

A alopecia androgenética é desencadeada por inúmeros fatores de ordem genética e hormonal. A alopecia androgenética também está associada ao excesso de hormônios andrógenos (masculinos), e por isso pode ser um problema para as mulheres, que sofrem diversas alterações hormonais ao longo da vida. Embora seja um quadro de origem genética e hereditário, a existência de um ou mais casos na família não significa que, necessariamente, a calvície se manifestará.

Leia também: queda de cabelo solução

A boa notícia para quem sofre com a perda de cabelo é que há inúmeras opções de tratamento. Para saber a mais adequada, é necessário consultar um dermatologista, que fará uma investigação das características e das prováveis causas do problema. Dentre as opções terapêuticas estão os medicamentos tópicos, como soluções de minoxidil e 17 alfa estradiol e orais, como a finasterida e antiandrógenos sistêmicos, como a ciproterona e espironolactona. No caso de alopecia androgenética feminina, dá-se preferência à terapêutica tópica. Existem também lasers que podem ser utilizados para estimular o crescimento dos fios. Nos casos mais acentuados, o transplante de cabelo pode ser uma opção.

Atenção
Não se automedique para tratar a perda de cabelo, pois pode colocar sua saúde e sua beleza em risco. Para saber o tratamento mais indicado, procure um dermatologista, o médico especialista em pele, cabelos e unhas.